Medalhas de ouro no concurso internacional de Vinhos Bacchus 2024

Depois da medalha de ouro no concurso Frankfurt International Trophy 2024, o Alvarinho Reserva Dona Paterna 2022 voltou a conquistar os palatos internacionais, desta vez no concurso internacional de Vinhos Bacchus 2024, onde foi galardoado com ouro. E, neste evento, também o Alvarinho Dona Paterna 2022 foi distinguido com ouro.

«É um enorme orgulho ver o nosso trabalho ser reconhecido. É a prova de que estamos a percorrer um caminho onde impera a qualidade.», atenta o produtor, Carlos Codesso, considerando que «cada garrafa Dona Paterna reflete o cuidado e o know-how de todos aqueles que têm, ao longo destes anos, colaborado com a nossa marca.»

 

ALVARINHO RESERVA DONA PATERNA 2022

Produzido a partir das vinhas mais antigas da marca Dona Paterna, em Melgaço, plantadas em 1974, o Alvarinho Reserva 2022 fermentou e estagiou durante dez meses em casco de carvalho francês, seguindo-se um estágio em garrafa de cinco meses em cave.

No mercado desde dezembro de 2023, e com número limitado a 1998 garrafas, todas elas numeradas, esta referência, 100% alvarinho, é o resultado da aposta contínua da marca em novas técnicas, em simbiose com técnicas tradicionais, sob a orientação e avaliação do enólogo Fernando Moura. «O Alvarinho Reserva Dona Paterna traduz e representa o melhor das nossas vinhas de alvarinho.», refere Carlos Codesso.

Complexo, elegante e intenso, o Alvarinho Reserva Dona Paterna 2022 é ideal para acompanhar saladas, mariscos, peixes e variadas carnes e recomenda-se que seja consumido a 11 e 12ºC. Apresenta cor amarela citrina, aroma elegante e persistente, com nuances de barrica, mantendo a frescura e a fruta da casta alvarinho.

 

ALVARINHO DONA PATERNA 2022

Produzido na sub-região de Monção e Melgaço, a origem do alvarinho, o Alvarinho Dona Paterna é um clássico. Na boca revela-se o sabor a fruta branca delicada, citrinos, tons salinos e flores.

É um vinho que harmoniza, na perfeição, com mariscos, pratos de peixe ou pratos de carnes de aves e excelente, também, como aperitivo, «devendo ser bebido entre 10-11ºC», recomenda Carlos Codesso.

 

Os vinhos estão à venda em diferentes garrafeiras do país.

Partilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest

Mais
artigos

Shopping Cart